100 Mitos da Revolucao Russa

BERTINI, REGIANE
LINOTIPO DIGITAL EDITORA

109,00

Estoque: 7

Quem patrocinou a Revolução Russa? Será que a Rússia imperial era um país atrasado? Rasputin era um devasso? Nicolau II era um imperador fraco? O comunismo melhorou a vida dos pobres? Existiam pessoas ricas e poderosas por trás de Lênin? Quem foram os verdadeiros idealizadores da Revolução Russa? Quais foram os reflexos do comunismo no mundo? Finalmente essas questões, sempre envoltas em discursos políticos e especulações filosóficas, poderão ser respondidas de modo científico e racional. Com o fim da União Soviética foram disponibilizados documentos sobre a Revolução Russa até então inacessíveis ao grande público. Nesta obra, o leitor tem acesso a mais de 100 anos de segredos que prometem mudar todos os seus conceitos a respeito da História Russa, de forma simples e acessível. Em 100 mitos sobre a Revolução Russa, a professora Regiane Bertini brinda o leitor brasileiro com uma análise inovadora sobre diversos fatos da História Russa, entregando uma espécie de “guia politicamente incorreto” da revolução bolchevique. Isso munida de centenas de referências bibliográficas nativas, inexploradas por boa parte dos acadêmicos e inéditas para o leitor brasileiro. O livro em sua estrutura é dividido em três grandes unidades: “A grande mentira”, “A grande traição” e “O grande saque”. Uma das partes que mais chama a atenção neste trabalho é a destruição dos chamados “mitos da revolução”. O tratamento levado a efeito com relação a isso é minucioso e conta com documentos que até pouco tempo não estavam à disposição do público, mas com o fim do comunismo na Rússia estão disponíveis a todos que tenham familiaridade com a língua russa. O livro termina com a apresentação das conseqüências morais e econômicas deixadas pela revolução. É então ensaiada uma abordagem pormenorizada dos mecanismos usados pelos líderes revolucionários para retribuir os “favores” prestados por seus patrocinadores. Trata-se, este livro, de um esforço realizado sobre um terreno complexo que, de forma evidente, está na atualidade a exigir novos e sistemáticos trabalhos que permitam, enfim, compreender a importância dessa temática para as áreas da economia, política, sociologia, história e filosofia.
Ao navegar no nosso site você declara estar de acordo com nossa Política de Privacidade